Contador de Visitas
Terça-feira, 7 de Abril de 2015
Momento de poesia

Como está sereno o Céu

 

Como está sereno o céu,

como sobe mansamente

a Lua resplandecente

e esclarece este jardim!

 

Os ventos adormeceram;

das frescas águas do rio

interrompe o murmúrio

de longe o som de um clarim.

 

Acordam minhas ideias,

que abrangem a Natureza;

e esta nocturna beleza

vem meu estro incendiar.

 

Mas, se à lira lanço a mão,

apagadas esperanças

me apontam cruéis lembranças,

e choro em vez de cantar.

 

Marquesa de Alorna, in 'Antologia Poética'

 

publicado por Alegria às 12:22
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Album de Sabedoria

. Album de Sabedoria

. Provéfbios e adivinhas

. Provéfbios e adivinhas

. Proverbios e Adivinhas

. Provérbios e Adivinhas

. Album de Sabedoria

. Album da Sabedoria

. Album da sabedoria

. Album de Sabedoria

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

.favoritos

. Momento de Poesia

.links
contador de visitas gratis
Contador de Visitas
blogs SAPO
.subscrever feeds